The Blues , The Devil , and Robert …..

“Quando eu deixar esta cidade….você terá uma grande, uma longa história para contar.” Robert Johnson –  “From Four Till Late”

robertjohson01ij3

Robert Leroy Johnson

Era quase meia noite, Robert partira para Clarksdale …. na encruzilhada  da U.S. Highway 61 com a U.S. Highway 49 , carregando consigo uísque adulterado e sua Dobro 1927 californiana com velhas cordas oxidadas a ponto de rasgar os dedos. A fumaça de seu Lucky Strike Bull´s Eyes cortava o espaço nebuloso quando um bend escandaloso fora cuspido de uma velha gaita cromada. Era Thomaz….

Conta a lenda , que quando Robert decidiu seguir Son House por Robunsonville ,Son o esnobou , certa vez num café ao lado de Willie Brown, “Aquilo nunca foi nem será blues, ele veio me procurar, disse que me seguiria onde eu fosse, coitado, o garoto não tem talento Wil.”

A lua marcava seu ponto mais alto no céu , eram meia noite….Thomas se aproximou de Robert , tomou a Dobro empenada de suas mãos , afina um tom abaixo, a tensão das cordas se vai e o que se  ouve depois é um ré maior afrouxado seguido de uma pegada densa, arrastando um riff pesaroso caindo para um sol maior, tenso mas singelo, o contraste da chegada na quinta da harmonia foi um repouso melódico para depois voltar com mais vivacidade na nota principal. Nada de solos impertinentes, obviedade na execução…     estava feito…a alma de Robert já não mais pertencia a ele , mas de suas mãos , e seus olhos em chamas , saíriam uma cacofonia jamais ouvida antes……era o BLUES DO DIABO.

2421614426_52df5f10b6
Contam que quando voltou à Robunsonville encontrou com Son House e Willie Brown que ficaram assombrados com o desenvolvimento técnico e musical de Johnson em tão pouco tempo. Daí o famoso mistério: Johnson, em uma encruzilhada, teria vendido sua alma para o demônio, para ser um grande guitarrista…

Robert Leroy Johnson , nascido em Hazlehurst , Missisipi . Sua data de nascimento oficialmente aceita (1911) provavelmente está errada. Registros existentes (documentos escolares, certidões de casamento e certidão de óbito) sugerem diferentes datas entre 1909 e 1912, embora nenhum contenha a data de 1911.  Filho de lavradores , trabalhou no campo até os 16 anos , quando resolveu seguir seus instintos e cair na estrada com seu violão e sua gaita. Passou a viajar , e tocar onde pudesse , principalmente nas ruas…

Profissionalmente , sua carreira teve apenas dois anos , (1936-1938) tocando em puteiros , bares de baixo calão , e outros lugares de má fama . Diz-se que era encrenqueiro , foi preso diversas vezes , e como nao podia ser diferente, bebia muito !

SAsessionAs atitudes de Robert Johnson ajudavam a espalhar sua fama de sinistro e adorador de forças ocultas. Uma delas era o seu hábito de tocar de costas para o público durante seus shows. As pessoas então diziam que ele fazia isto para esconder o olhar do diabo que surgia para auxiliá-lo. Na verdade, a versão mais coerente supõe que ele tocava de costas para esconder os acordes que ele inventava sozinho e não queria que algum músico que estivesse na platéia o copiasse.A hipótese mais provável é que a lenda do pacto com o diabo tenha surgido por inveja, pois Johnson era um excelente tocador de violão.

ms05A morte

A data de seu óbito também é imprecisa. Supõe-se que seja no dia 16 de agosto de 1938. Existem diversas lendas sobre sua morte. Johnson bebeu whisky envenenado com estricnina, supostamente preparado pelo marido ciumento de uma de suas amantes. Ele veio a morrer três dias depois de envenenado, sofrendo terríveis dores no estômago durante todo esse tempo. Essa seria a razão de, antes de morrer, Johnson ter sido encontrado andando de quatro e uivando como um cachorro no corredor do quarto do hotel que ele estava(seria Thomaz , vindo cobrar sua divida?) .Há várias versões populares para sua morte: que haveria morrido envenenado pelo whisky, que haveria morrido de sífilis e que havia sido assassinado com arma de fogo. Seu certificado de óbito cita apenas “No Doctor” (Sem Médico) como causa da morte.

Robert Johnson morreu aos 27 anos, deixando suas influências para o blues e para o rock de hoje em dia. Dentre seus grandes fãs, estão Keith Richards e Eric Clapton. Todas as histórias contadas sobre a vida desse grande músico são imprecisas, mas sua enorme colaboração para a música é certa.

Rober Johnson , por Eric Clapton :

Robert Johnson , pelo gaitista Brasileiro Flávio Guimarães :

Robert Johnson é não só uma Lenda , mas um Ícone para a música ….seu blues revolucionou o estilo músical que revolucinou a música….

Sua história é contada através dos ventos , e já foi citada e recriada em filmes , seriados , livros e poemas…

E  você? O que achou ? deixe seu comentário , ou suas críticas !

Anúncios

2 comentários em “The Blues , The Devil , and Robert …..

  1. Achei simplismente fantastico!!!! O dia que vc me contou essa história meus olhos não piscavam! Adoro escutar vc.
    E go to the blues today….. hahahaha
    Lov.
    Beijooooooooooo

  2. Ele resume o “LIVE FAST DIE YOUNG STYLE” intensidade era poko…robert aonde vc tive é noix representando!!!!…sonzera!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s